Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Avaliação dos princípios da orientação familiar e comunitária da atenção primária à saúde da criança / Evaluation of the principles of family counseling and communityprimary care child health

Daschevi, Jéssica Mendes; Tacla, Mauren Teresa Grubisich Mendes; Alves, Barbara de Andrade; Toso, Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira; Collet, Neusa.
Semina cienc. biol. saude; 36(1): 31-38, jan.-jun. 2015. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-785276
A atenção primária é considerada o primeiro contato dos indivíduos, suas famílias e a população como sistema de saúde. Conforme se aproxima dos indivíduos e da comunidade, consegue aumentar seu poder de interação com a população. Possui quatro atributos essenciais: acesso de primeiro contato,longitudinalidade, integralidade e coordenação e três derivados: orientação familiar, orientação comunitária e competência cultural. A orientação familiar consiste no conhecimento dos fatores relacionados à origem e aos cuidados das enfermidades e a orientação comunitária reconhece as necessidades na comunidade por meio de dados epidemiológicos e contato direto. No presente estudo, o objetivo foi avaliar os princípios da orientação familiar e comunitária da atenção primária à saúde da criança em unidades básicas de saúde de Londrina, Paraná. Pesquisa descritiva de natureza quantitativa, realizada em 39 unidades básicas da área urbana, entre agosto de 2012 e janeiro de 2013 por meio de um instrumento de avaliação denominado Primary Care Assessment Tool-Brasil versão criança. Foram realizadas 609 entrevistas, respondidas pelos pais ou principais cuidadores de crianças menores de doze anos, que utilizaram o serviço no mínimo três vezes para consultas com pediatra ou enfermeiro. O valor do escore para a orientação familiar foi 5,082 e para orientação comunitária de 5,462, não atingindo o escore ideal (6,6). Conclui-se então que ambos os atributos precisam ser desenvolvidos, com o aperfeiçoamento ou instalação de novas medidas que possam ajudar na melhoria da qualidade da atenção básica à saúde da criança.
Biblioteca responsável: BR512.1
Selo DaSilva