Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Discomfort and unease of the subject in the interpretation movement of a Tuberculosis questionnaire / O desconforto e inquietação do sujeito em seu movimento de interpretação de um questionário sobre a tuberculose / Malestar e inquietud del sujeto en su movimiento de interpretación de un cuestionario sobre la Tuberculosis

Peruhype, Rarianne Carvalho; Silva, Laís Mara Caetano da; Assis, Elisângela Gisele de; Moncaio, Ana Carolina Scarpel; Sá, Lenilde Duarte de; Palha, Pedro Fredemir.
Rev. latinoam. enferm; 22(6): 988-993, 16/12/2014.
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: lil-732949

OBJETIVO:

propor uma discussão a respeito de vestígios da derivação de sentidos, do desconforto e resistência dos sujeitos, quando convocados a significar um questionário referente à transferência da política do tratamento diretamente observado da tuberculose, de modo a revelar as limitações de questionários fechados, quando se trata do processo interpretativo do sujeito.

MÉTODO:

profissionais de saúde de uma Unidade de Atenção Primária de Saúde de Porto Alegre, RS, foram entrevistados e alguns recortes das entrevistas examinados à luz da Análise de Discurso de linha francesa.

RESULTADOS:

observou-se a resistência, o incômodo, o deslizamento, o silenciamento e a derivação dos sentidos no ato de interpretação dos sujeitos.

CONCLUSÃO:

o processo de interpretação é polissêmico e varia de sujeito para sujeito. O questionário, enquanto um protótipo do universo logicamente estabilizado, falha quando o propósito é o de controlar a interpretação. O seu uso de forma isolada, em pesquisas em saúde, pode incorrer em inexatidão ou incompletude dos dados obtidos, sendo ideal a sua utilização associada a técnicas qualitativas de pesquisa. .
Biblioteca responsável: BR1.1
Selo DaSilva