Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Total arsenic, trace elements and bacteriologycal evaluation in drinking water at Elesbão district, Santana city, Amapa state, Brazil/Avaliação de Arsênio total, de elementos traços de Bacteriológica em águas de consumo na comunidade do Elesbão, Município de Santana, Estado do Amapá, Brasil

Lima, Marcelo de Oliveira; Faial, Kleber Raimundo Freitas; Brabo, Edilson da Silva; Santos, Elisabeth Conceição de Oliveira; Angélica, Rômulo Simões; Mendes, Rosivaldo de Alcântara; Carneiro, Bruno Santana; Sá, Lena Lílian Canto de; Vale, Elivam Rodrigues; Jesus, Iracina Maura de.
Cad. saúde colet., (Rio J.); 15(4): 467 - 482, 2007. mapas, tab, ilus
Artigo em Português | IEC | ID: iec-4603
A mineração de manganês na Serra do Navio - AP foi desenvolvida pela empresa ICOMI Indústria e Comércio de Minérios S/A no período de 1957 a 1997 e o minério transportado até o Porto de Santana, às margens do rio Amazonas, a 30 km de Macapá, capital do Estado do Amapá. Entre 1973 e 1983, a empresa manteve em funcionamento uma Usina de Pelotização nesta área, e os rejeitos gerados, contendo arsênio (As), depositados numa lagoa artificial, atingiram as águas superficiais de drenagens próximas. A possibilidade de exposição das populações levou a determinação de arsênio total nas águas de consumo humano coletadas a partir de 52 residências localizadas no entorno da área industrial nos meses de maio e novembro de 2003 e março de 2004. O trabalho se desenvolveu a partir de cinco grupos organizados geograficamente pela proximidade da área industrial Comunidade do Elesbão (ELB), Rua Delta (DEL), Comunidade do Matapi (MAT), Rua da Olaria (OLA) e Bairro da Hospitalidade (HSP). As residências foram investigadas a partir do tipo de tratamento, residencial (RES) ou público (PUB), e captação, rio Amazonas (AMA) ou poços artesianos e/ou amazonas (PCO). Os teores de As foram quantificados por Espectrometria de Absorção Atômica com Sistema de Geração de Hidretos (HG-AAS), apresentando ótima recuperação analítica e reprodutibilidade. Para complementação das análises, foram avaliados os teores de elementos traços (Ba, Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Na, Pb e Zn) e padrões bacteriológicos. Os resultados demonstraram que as águas de consumo das comunidades investigadas não apresentaram níveis anômalos de As e outros elementos traços, diferente dos padrões bacteriológicos, que estavam inadequados em cerca 60 por cento das amostras, segundo Portaria 518/2004 do Ministério da Saúde.(AU)
The mining of manganese in Serra do Navio-AP was developed by the company ICOMI - Industry and Trade of Ore S/A between 1957 and 1997. The ore was then transported to SantanaÆs port, at the banks of the Amazon River, 30 Km from Macapá, capital of the Amapá State. Between 1973 and 1983, ICOMI kept a Plant of pelletization in this area and the waste containing arsenic (As) was dumped into an artificial pond, reaching the superficial waters of close drainages. The risk of population exposure was the motivation to determine level of total As in the water for human consumption, collected from 52 residences around the industrial area, during the months of May and November of 2003 and march of 2004. Analyses were performed according to 5 groups geographically organized by the proximity with the industrial area Elesbão Community (ELB), Delta Street (DEL), Matapi Community (MAT), Olaria Street (OLA) and Hospitalidade Neighborhood (HSP). The results were evaluated according to the water treatment type, residential (RES) or public (PUB); and water capitation, Amazon River (AMA) or artesian wells (PCO). The levels of As were quantified by Atomic Absorption Spectrometry with Hydride Generation System (HGAAS) presenting great analytical recovery and assurance. In addition, bacteriological standards and levels of several trace elements (Ba, Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Na, Pb e Zn) were also evaluated. The results demonstrated that the water at the investigated communities did not present anomalous levels of As and other trace elements. However, bacteriological standards were inadequate in 60% of the samples, according to 518/ 2004 Regulation from Ministry of Health.
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: PCIEC2007 / BR275.1
Selo DaSilva