Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Sífilis gestacional e congênita e sua relação com a cobertura da Estratégia Saúde da Família, Goiás, 2007-2014: um estudo ecológico / Sífilis gestacional y congénita y su relación con la cobertura de la Estrategia Salud de la Familia, Goiás, Brasil, 2007-2014: un estudio ecológico / Syphilis in pregnancy and congenital syphilis and their relationship with Family Health Strategy coverage, Goiás, Brazil, 2007-2014: an ecological study

Nunes, Patrícia Silva; Zara, Ana Laura de Sene Amâncio; Rocha, Déborah Ferreira Noronha de Castro; Marinho, Tamíris Augusto; Mandacarú, Polyana Maria Pimenta; Turchi, Marília Dalva.
Epidemiol. serv. saúde; 27(4): e2018127, 2018. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-975191

Objetivo:

analisar a incidência de sífilis em gestante (SG) e sífilis congênita (SC) e a correlação desses indicadores com a cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF) em Goiás, Brasil, de 2007 a 2014.

Métodos:

estudo ecológico utilizando dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e do Departamento de Atenção Básica (DAB)/Ministério da Saúde; utilizou-se a correlação de Spearman para avaliar a relação entre cobertura da ESF e a incidência de sífilis.

Resultados:

a incidência de SG passou de 2,8 para 9,5/mil nascidos vivos, e a de SC, de 0,3 para 2,5/mil nascidos vivos (p<0,05), no período 2007-2014; houve aumento significativo de casos de SC nos municípios que apresentaram percentuais de cobertura da ESF inferiores a 75% (p<0,001).

Conclusão:

o aumento concomitante da incidência de SG e de SC sugere falhas na prevenção da transmissão vertical da sífilis, sobretudo nas regiões com menor cobertura da ESF.
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: BR275.1 - Biblioteca do Instituto Evandro Chagas
Selo DaSilva