Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Anxiety and coping in women with breast cancer in chemotherapy / Ansiedade e o enfrentamento de mulheres com câncer de mama em quimioterapia / La ansiedad y el enfrentamiento en mujeres con cáncer de mama que reciben quimioterapia

Silva, Araceli Vicente da; Zandonade, Eliana; Amorim, Maria Helena Costa.
Rev. latinoam. enferm. (Online); 25: e2891, 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF - Enfermagem | ID: biblio-845312

RESUMO OBJETIVO:

identificar as estratégias de enfrentamento utilizadas por mulheres com câncer de mama em quimioterapia e verificar a associação com o perfil de ansiedade por elas apresentado.

MÉTODO:

estudo de corte transversal do tipo analítico. Utilizou-se amostra aleatória de 307 mulheres com câncer em tratamento quimioterápico prévio, adjuvante ou paliativo. Coletou-se os dados com técnica de entrevista com registro em formulário, busca ativa nos prontuários, Escala de Modo de Enfrentamento de Problemas e Inventário de Ansiedade e Estado. Utilizou-se para análise o Pacote Estatístico para Ciências Sociais 19.0, coeficiente de correlação de Pearson e o teste Mann-Whitney.

RESULTADOS:

existiu associação significante do traço de ansiedade e as estratégias de enfrentamento com foco no problema e com foco na emoção (p<0,000) e o estado de ansiedade com o enfrentamento com foco no problema (p=0,001) e com o foco na emoção (p=0,004). Os resultados demonstram fracas associações entre as diferentes estratégias de enfrentamento.

CONCLUSÃO:

a estratégia de enfrentamento eleita pelas mulheres com câncer de mama tem relação direta com a ansiedade. As pacientes que possuem ansiedade com nível baixo tendem a utilizar como estratégia a resolução dos problemas e quando o nível é médio a alto o enfrentamento com foco na emoção.
Biblioteca responsável: BR1.1
Selo DaSilva