Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Factors Associated With Condom Use in Women of a Testing and Advice Center for STD/AIDS of Bahia, Brazil / Fatores Associados ao Uso de Preservativo em Mulheres Usuárias de um Centro de Testagem e Aconselhamento para DST/AIDS da Bahia, Brasi

Alves da Silva, Artur; Santos Amorim Viana, Acássio; Oliveira Ferreira, Caroline; Evaly Alves de Rezende, Raisa; Silvia Davoglio, Rosane.
DST j. bras. doenças sex. transm; 27(3-4): 106-111, 2015.
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-1028
O processo de feminização da infecção por HIV/AIDS, no Brasil, é evidenciado pela elevação expressiva no número de mulheres infectadas e também pelas taxas de mortalidade, que vem aumentando no sexo feminino, ao contrário do que ocorre entre os homens. Apesar da difusão do preservativo, o uso consistente ainda é considerado baixo, mesmo em relações com parceiros não fixos.

Objetivo:

Investigar fatores associados ao uso de preservativo com parceiros não fixos, em mulheres usuárias de um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) para DST/AIDS da Bahia, de 2006 a 2012.

Métodos:

Trata-se de um estudo analítico observacional transversal. Foram utilizados dados secundários de 790 mulheres usuárias de um CTA, obtidos de formulários e prontuário clínicos. A análise estatística, bruta e ajustada, adotou a medida de associação razão de prevalência com intervalo de confiança de 95%.

Resultados:

O uso consistente de preservativo nas relações com parceiro não fixo foi baixo (27,97%). Os principais motivos apontados para justificar a ausência de uso foram não gostar (35,71%) e dificuldade de negociação com o parceiro (21,22%). O desfecho associou-se estatisticamente com ausência de uso de preservativo na última relação com parceiro fixo e idade da primeira relação sexual menor que 16 anos.

Conclusão:

Os achados contribuem para a compreensão do comportamento de mulheres em relações eventuais e trazem subsídios para o planejamento de ações de enfrentamento dos agravos decorrentes de relações sexuais desprotegidas, tanto na atenção especializada quanto na Atenção Primária à Saúde.
Biblioteca responsável: BR846
Selo DaSilva