Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Formação profissional e notificação da violência contra a mulher / Vocational training and reporting violence against women / Formación profesional y notificación de la violencia contra la mujer

Cordeiro, Kátia Cordélia Cunha; Santos, Raiane Moreira; Gomes, Nadirlene Pereira; Melo, Daniela Santos; Mota, Rosana Santos; Couto, Telmara Menezes.
Rev. baiana enferm; 29(3)2015.
Artigo em Português | LILACS-Express | 2015 | ID: lil-763908
Resumo: Objetivou-se identificar a relação entre formação profissional e notificação da violência contra a mulher na Estratégia de Saúde da Família (ESF). Pesquisa com abordagem qualitativa, realizada com 35 profissionais de saúde em 20 Unidades de Saúde da Família em Salvador, Bahia, Brasil. Os resultados demonstraram que a temática violência contra a mulher não foi abordada na graduação e/ou pós-graduação da maioria dos profissionais; para os demais, a abordagem deu-se de forma superficial e pontual. Com relação à educação em serviço, o estudo revelou que a temática não é foco de discussão em capacitações nem reuniões. Concluiu-se que é estreita a relação entre a abordagem da temática violência contra a mulher nos espaços de formação acadêmica, bem como em serviço, e a notificação do agravo.
This study aimed to identify the relationship between vocational training and reporting of violence against women in the Family Health Strategy (FHS). A research of a qualitative approach, conducted with 35 health professionals in 20 Health Units of the Family in Salvador, Bahia, Brazil. The results demonstrated that the theme of violence against women was not addressed in undergraduate and/or graduate studies of most professionals, and for the others, the approach was given in a superficial and ad hoc manner. Regarding in-service education, the study reveals that the subject is not the focus of discussion in training or meetings. It was concluded that the correlation of the approach to the theme of violence against woman in academic formation, as well as in service, and in reporting the violence is limited.
Este estudio tuvo como objetivo identificar la relación entre la formación profesional y la denuncia de la violencia contra las mujeres en la Estrategia Salud de la Familia (ESF). Investigación con enfoque cualitativo realizado con 35 profesionales de la salud en 20 Centros de Salud de la Familia, en Salvador, Bahia, Brasil. Los resultados mostraron que el tema de la violencia contra las mujeres no se abordó en la graduación y/o postgrado de la mayoría de los profesionales, y para los otros, el enfoque fue dado de manera superficial y oportuna. En cuanto a la educación en servicio, el estudio revela que el sujeto no es el foco de la discusión en la capacitación o en reuniones. Se concluye que es limitada la relación entre el enfoque de la temática violencia contra la mujer en los espacios de formación académica, así como en servicio, y la notificación del agravio.
Biblioteca responsável: BR1.1