Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O impacto das faltas às consultas em um programa de dependentes de álcool / The impact of missed appointments in an alcohol dependence therapeutical program

Siqueira, Marluce Miguel de; Garcia, Maria Lúcia Teixeira; Souza, Renata Santos de.
J. bras. psiquiatr; 54(2): 114-119, abr.-jun. 2005. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | Jun 2005 | ID: lil-438302
Resumo: Objetivo: A adesão ao tratamento é um fator importante para o sucesso de um programa terapêutico para o alcoolismo. As faltas às consultas podem ser utilizadas como uma medida de adesão terapêutica. O objetivo deste estudo foi identificar os motivos alegados pelos pacientes e em que momento do tratamento ocorrem as faltas às consultas em um programa terapêutico para dependentes de álcool. Métodos: Estudo com 400 pacientes que faltaram a pelo menos uma consulta do programa durante os períodos de agosto-outubro/1998 e setembro-novembro/1999. Dos 400 pacientes faltosos, 216 foram entrevistados acerca do motivo alegado para as faltas, que foram classificados de acordo com as categorias: fatores extrínsecos (independente da vontade do paciente), intrínsecos (dependente da vontade do paciente) e mistos. Resultados: Dos 400 pacientes avaliados observou-se que a maior ocorrência de faltas foi na primeira consulta (30,6 por cento no primeiro período da pesquisa e 42,3 por cento no segundo). Os motivos mais freqüentemente alegados para as faltas foram os intrínsecos (51,85 por cento), sendo que 58,9 por cento corresponderam a recaídas. Conclusões: A maior prevalência das faltas às consultas no início do tratamento, ocorridas principalmente em decorrência da demora em conseguir o agendamento para a primeira consulta no programa, sugere a necessidade de criar outros programas de alcoolismo na área.
Biblioteca responsável: BR14.1