Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Advocacia para a promoção da saúde: sentidos e abordagens na formação do enfermeiro / Advocacy for health promotion: meanings and approaches in the training of nurses / Abogacía en promoción de la salud: sentidos y enfoques en la formación en enfermería

Gandra, Elen Cristiane; Silva, Kênia Lara.
REME rev. min. enferm; 23: e-1247, jan.2019.
Artigo em Português | LILACS | Jan 2019 | ID: biblio-1049062
Resumo: Objetivos: analisar entre docentes e discentes a compreensão sobre advocacia em saúde, assim como a abordagem do tema na formação do enfermeiro. Método: os dados foram obtidos por entrevistas com 10 docentes e 11 estudantes da graduação em Enfermagem de uma universidade pública no estado de Minas Gerais. Os dados foram analisados utilizando-se a análise crítica do discurso. Resultados: os resultados revelam indefinição em relação à advocacia em saúde no discurso dos participantes. Encontrou-se diversidade de sentidos atribuídos ao termo, quer seja na defesa do direito jurídico, como na defesa dos direitos do usuário fundamentada na participação social pela construção da cidadania. Os dados permitem inferir que o conceito de advocacia em saúde não é reconhecido como campo trabalhado na formação profissional. Conclusão: concluiu-se, neste contexto, que advocacia em saúde imprime uma concepção utópica na defesa da saúde, não vislumbrando aplicação efetiva na realidade.(AU)
Objective: to analyze the understanding on health advocacy among professors and students, as well as the approach to the theme in the training of nurses. Method: the data were obtained by means of interviews with 10 professors and 11 undergraduate Nursing students of a public university in the state of Minas Gerais. The data were analyzed using critical discourse analysis. Results: the results reveal certain indefinition in relation to health advocacy in the discourse of the participants. Diversity of meanings attributed to the term was found, both in the defense of the legal right and in the defense of the users' rights, with the rationale of social participation by the construction of citizenship. The data allow inferring that the concept of health advocacy is not recognized as a field worked on in the professional training. Conclusion: in this context, it is concluded that health advocacy impresses a Utopian conception upon the defense of health, not discerning its effective application to reality.(AU)
Objetivo: docentes y alumnos analizan cómo se entiende la abogacía en salud y cómo se enfoca dicho asunto en la formación de los enfermeros. Método: los datos se obtuvieron por medio de entrevistas con 10 docentes y 11 estudiantes de pregrado de enfermería de una universidad pública del estado de Minas Gerais y se analizaron según el análisis crítico del discurso. Resultados: en el discurso de los participantes los resultados revelan incertidumbre con respecto a la abogacía en salud. Encontramos una diversidad de significados atribuidos al término, ya sea en la defensa del derecho legal, como en la defensa de los derechos de los usuarios basados en la participación social a través de la construcción de la ciudadanía. Los datos nos permiten inferir que el concepto de abogacía en salud no se reconoce como un campo que se trabaja en...(AU)
Biblioteca responsável: BR21.2