Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Perfil antropométrico e epidemiológico das crianças acompanhadas pelos líderes da pastoral da criança / Anthropometric epidemiological profile and children accompanied by leaders of ministry of child

Teotônio, Rafaela Vieira; Sousa, Luana Savana Nascimento de; Lima, Luisa Helena de Oliveira; Oliveira, Edina Araújo Rodrigues; Figueiredo, Iolanda Gonçalves de Alencar; Cruz, Tereza Maria Gomes Arrais da.
Rev. enferm. UFPI; 4(4): 41-48, out.-dez. 2015. Tabelas
Artigo em Português | BDENF - enfermagem (Brasil) | Dez 2015 | ID: bde-31345
Resumo: Objetivo: investigar o perfil antropométrico e epidemiológico das crianças acompanhadas pela Pastoral da Criança do município de Santa Cruz do Piauí. Metodologia: estudo descritivo e transversal, realizado com 126 crianças, cadastradas na Pastoral da Criança, no período de agosto a setembro de 2013. Para a coleta de dados, utilizou-se um formulário estruturado. Resultados: dos pesquisados, 50% do sexo masculino e 50% do sexo feminino, com faixa etária média de 36 meses, 53,2% eram de cor parda, 48,4% estudavam, e 89,7% foram amamentadas. Perfil antropométrico com peso de 14.733,33g e estatura de 92,37cm. 89,7% com as vacinas em dia. Com relação aos dois últimos meses, 12,7% das crianças apresentaram diarreia e 7,1% ingeriram soro caseiro. Condições socioeconômicas dos pais/responsáveis, com média de 670 reais, 72,2% não trabalhavam, 79,4% casado/união consensual e 33,3% não concluíram ensino fundamental. Quantidade de pessoas por casa, 39,7% habitadas por 4 pessoas, e 8,8% com 7 ou mais pessoas. Quanto aos aspectos culturais 67,5% acreditavam em superstição quando o filho adoecia e 78,6% faziam remédio caseiro. 68,3% classificaram o trabalho da pastoral como, bom e 23,8% muito bom. Conclusão: as atividades desenvolvidas pelos líderes da Pastoral da Criança contribuíram significativamente para crescimento saudável das crianças. (AU)
Objective: to investigate the anthropometric and epidemiological profile of children monitored by the Children of the municipality of Santa Cruz do Piauí. Methodology: a descriptive, cross-sectional study involving 126 children, enrolled in the Pastoral, in the period august-september 2013. To collect data, we used a structured form. Results: of the respondents, 50% male and 50% female with an averageage of 36 months, 53,2% were of mixed ethnicity, 48,4% were studying, and 89,7% were breastfed. Anthropometric profile with weight and stature of 14.733,33g 92,37cm. 89,7% with vaccinations up to date. Regarding the last two months, 12,7% of children had diarrhea and 7,1% drank ORS. Socioeconomic conditions of parents / guardians with an average of 670 real. 72,2% were not employed, 79,4% married / common-law marriage and 33,3% have not completed primary education. Number of persons per household, 39,7% inhabited by 4 people, and 8,8% with 7 or more people. As regards cultural aspects 67,5% believed in superstition when the son fell ill and 78.6% used home remedy. 68,3% rated the pastoral work as good and 23,8% very good. Conclusion: the activities developed by the leaders of the Pastoral contributed significantly to healthy growth of children. (AU)
Biblioteca responsável: BR5.1