Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Similitudes e diferenças nas temáticas que envolvem a moradia e o cuidado nas residências terapêuticas: abordagem qualitativa / Similarities and differences arising from accommodation and care issues in half-way houses: qualitative approach

Santos Júnior, Hudson Pires de Oliveira; Gualda, Dulce Maria Rosa; Silveira, Maria de Fátima de Araújo.
Artigo em Inglês | BDENF - enfermagem (Brasil) | 2008 | ID: bde-22125
Resumo: In seeking to build new knowledge so as to transform patient service practices performed in the of mental health, as laid down in the Psychiatric Reform guidelines, this study has set out to gather statements from professionals and residents of half-way houses providing therapy in order to understand what similarities and differences there are between them on various accommodation and care issues arising in this service. This is a qualitative research study, which collected data by means of systematic observation, a log and semi-structured interviews, conducted with 10 professionals and 07 residents of the Serviço de Residências Terapêuticas (Half-way House Service) of the municipality of Campina Grande, Paraiba. The result was that the statements indicate that these community residences provide a quality service, which reflects a tendency towards humanization, and one which is offered in an intermediate space in which citizenship can be achieved by those being discharged from asylums. As to the activities of the professionals, the study observes that the work process has provided the team with a means to manage care in a way that is substantially different from the technician approach which occurs in hospitals. As to those suffering from mental disorders, they start to regain ownership of a space from which they have long been estranged, that is to say, their homes, how to live at home, and how to live in a city. They have surprised everyone by their ability to (re-)adapt to and (re-)gain the urban space.(AU)
Na busca de construir novos saberes para transformar práticas assistências produzidas na saúde mental, como preconiza a Reforma Psiquiátrica, este estudo objetivou unir falas de profissionais e moradores das residências terapêuticas, para compreender o que elas têm de similitudes e diferenças acerca das diversas temáticas que envolvem a moradia e o cuidado neste dispositivo de atenção. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, cuja coleta de dados ocorreu através da observação sistemática, diário de campo e entrevista semi-estruturada, aplicada a 10 profissionais e 07 moradores do Serviço de Residências Terapêuticas do município de Campina Grande, Paraíba. Como resultado, os depoimentos sinalizam que estas residências prestam um serviço de qualidade, refletindo uma tendência à humanização, sendo um espaço intermediário para alcançar a cidadania dos egressos de internações manicomiais. No que se refere à atuação dos profissionais, observa-se que o processo de trabalho tem proporcionado à equipe um modo de conduzir o cuidado de forma menos tecnicista do que ocorre no hospital. Em relação aos sofredores psíquicos, estes começam a se apropriar de um espaço que há muito lhe tinha sido seqüestrado, que é o lar, o morar, o habitar uma cidade, surpreendendo pela capacidade de (re) adaptação e (re) apropriação do espaço urbano.(AU)
Biblioteca responsável: BR1342.1
Localização: BR1342.1