Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A vigilância em saúde ambiental no Brasil: uma reflexão sobre seumodelo de atuação: necessidades e perspectivas / The environmental health surveillance in Brazil: a reflection on its operational model: needs and perspectives

Villardi, Juliana Wotzasek Rulli.
Rio de Janeiro; s.n; 2015. viii,89 p. graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-772820
Tratar das relações entre a saúde e o ambiente no âmbito das atribuições do Sistema Único de Saúde é o desafio no cuidado coletivo para a identificação, a prevenção, o controle e recomendações de processos envolvidos na exposição humana às situações ambientais que possam gerar impacto e consequências negativas para a saúde humana. A introdução das práticas de saúde, ambiente e sustentabilidade no âmbito do SUS é o foco a ser desenvolvido e estudado nesta tese, tendo como objeto as diretrizes, as ações institucionais e suas conexões com a teoria. O objetivo é trazer reflexões sobre os caminhos da vigilância em saúde ambiental (VSA), seu histórico, conceito, teoria e alternativas metodológicas, que geram informação para tomada de decisão e inclui possibilidades de interpretação e transformação da realidade. Como uma pesquisa exploratória sobre a Vigilância em Saúde Ambiental no Brasil, suas práticas e teorias, foi estruturada em três capítulos. No primeiro capítulo foi realizada uma revisão sobre avigilância em saúde ambiental no Brasil, e seu contexto teórico e histórico. No segundo capítulo é apresentado o modelo da vigilância em saúde ambiental em curso, seu aspecto político normativo / legislativo, institucional, organizacional e técnico. No terceiro capítulo, é apresentada uma reflexão sobre as necessidades e perspectivas para uma vigilância em saúde ambiental a partir da discussão do território, da vigilância em saúde e da ecologia política. O objeto da Vigilância em Saúde Ambiental é a relação sócio ecológica do ambiente, da saúde e da sustentabilidade, e há que se avançar e pensar na análise de situação de saúde ambiental como eixo da discussão do seu objeto produzindo informação qualificada para a intervenção solidária e democrática tendo a saúde como valor que traz a discussão da sustentabilidade, da equidade,com a incorporação de uma política social que interaja condicionando o desenvolvimento econômico e social...
Biblioteca responsável: BR526.1
Selo DaSilva