Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Condições de saneamento básico em áreas hiperendêmicas para esquistossomose no estado de Pernambuco em 2012 / Basic sanitation conditions in schistosomiasis hyperendemic areas in Pernambuco State, Brazil, 2012 / Condiciones de saneamiento en zonas hiperendémicas de esquistosomiasis en el estado de Pernambuco en 2012: un estudio descriptivo

Saucha, Camylla Veloso Valença; Silva, José Alexandre Menezes da; Amorim, Liliane Barbosa.
Epidemiol. serv. saúde; 24(3): 497-506, jul.-set. 2015. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-762989

OBJETIVO:

caracterizar as localidades hiperendêmicas para esquistossomose no estado de Pernambuco quanto às condições de saneamento e recomendar medidas de intervenção ambiental que favoreçam a sustentabilidade das ações de enfrentamento da doença.

MÉTODOS:

trata-se de um estudo descritivo utilizando os dados obtidos no 'Relatório das condições de saneamento das localidades hiperendêmicas para a esquistossomose e geo-helmintíases em Pernambuco', elaborado pela Secretaria Executiva de Vigilância em Saúde do estado de Pernambuco em 2012.

RESULTADOS:

das 119 localidades hiperendêmicas identificadas, em 72 (60,5%) foi observada inexistência de água encanada, em 110 (92,4%) não havia coleta de esgoto, e em 116 (97,5%), relatou-se ausência de tratamento do esgoto.

CONCLUSÃO:

as localidades hiperendêmicas avaliadas apresentaram condições de saneamento básico precárias, que contribuem para as altas prevalências da esquistossomose; por isso, torna-se necessária a sensibilização dos gestores municipais para ações efetivas de melhorias sanitárias que permitam garantir sustentabilidade no controle da esquistossomose.
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR275.1
Selo DaSilva