Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Pioneering contribution of the Instituto Evandro Chagas's Environmental Section to environmental health in the Amazon over the last 25 years/Contribuição pioneira do Instituto Evandro Chagas para a saúde ambiental na Amazônia em 25 anos da Seção de Meio Ambiente

Jesus, Iracina Maura de; Brabo, Edilson da Silva; Lima, Marcelo de Oliveira; Faial, Kleber Raimundo Freitas; Moraes, Lena Lillian Canto de Sá; Mendes, Rosivaldo de Alcântara; Carneiro, Bruno Santana; Costa, Vanessa Bandeira da; Câmara, Volney de Magalhães; Santos, Elisabeth Conceição de Oliveira.
Rev Pan-Amaz Saude; 7(Ed. esp.): 83-92, 2016. ilus
Artigo em Português | IEC | ID: iec-15845
A emergência dos problemas ambientais e suas repercussões na saúde pública, especialmente em populações da Amazônia brasileira, levaram à criação da Seção de Meio Ambiente (SAMAM) do Instituto Evandro Chagas, representando uma inovação institucional, contextualizada no debate mundial e nacional sobre os impactos ambientais de origem antrópica, no início da década de 1990. O programa de pesquisa inicial da SAMAM, dedicado ao estudo de populações expostas ao mercúrio na Amazônia, reuniu grande conteúdo de informações sobre características epidemiológicas, clínicas e laboratoriais de diversos grupos populacionais pesquisados, incluindo ribeirinhos, populações urbana, rural e indígena. Evidenciou-se a necessidade de intensificação da vigilância em saúde dessas populações, devido à persistência e magnitude da exposição observada em alguns locais, associada a condições de vida e morbidade, que podem favorecer o risco de efeitos adversos. Além do programa de mercúrio, a SAMAM também tem desenvolvido estudos sobre outros contaminantes e sobre a qualidade das águas de consumo humano, superficial e subterrânea, para avaliação de indicadores preconizados pela legislação (bactérias, parâmetros físico-químicos, metais e agrotóxicos, dentre outros) e outros possíveis biomarcadores de interesse para a saúde ambiental, como plâncton e vírus. A atuação da SAMAM no Sistema Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental é reconhecida em áreas como qualidade da água, metais e agrotóxicos, estando em expansão em outras áreas como cianobactérias e virologia ambiental. A SAMAM também tem contribuído para a capacitação de pessoas do Brasil e do exterior em metodologias analíticas e saúde ambiental (AU)
The emergence of environmental problems and their effects on public health, especially in populations of the Brazilian Amazon, led to the creation of the Environment Section (Seção de Meio Ambiente - SAMAM) of Instituto Evandro Chagas. It represents an institutional innovation, contextualized in the national and world debate on the environmental effects of anthropogenic origin in the early 1990s. SAMAM's initial research program, dedicated to the study of populations exposed to mercury in the Amazon, gathered information on epidemiological, clinical, and laboratory characteristics of riverside, rural, urban, and indigenous populations. The need for intensifying the health surveillance of these populations should be highlighted, due to the persistence and magnitude of the exposure in some places. Such mercury exposure is associated with morbidity and a risk of adverse effects. In addition to the mercury project, SAMAM has also developed studies on other contaminants and on the quality of drinking water, surface water, and groundwater, to evaluate various indicators (e.g., bacteria, physicochemical parameters, metals, pesticides) and other potential biomarkers of interest such as plankton and viruses. SAMAM's performance in the National Environmental Health Surveillance System is recognized in areas such as water quality, metals, and pesticides and is expanding into other areas such as cyanobacteria and environmental virology. SAMAM has also contributed to the training of professionals from Brazil and abroad in analytical methodologies and environmental health (AU)
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: PCIEC2016
Selo DaSilva