Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Functional independence of individuals with cerebral palsy associated with intellectual disability/Independência funcional em indivíduos com paralisia cerebral associada à deficiência intelectual

Moura, Tânia Cristina de; Santos, Lúcia Helena Coutinho dos; Bruck, Isac; Camargo, Regina Maria Ribeiro; Oliver, Kátia Aceti; Zonta, Marise Bueno.
Rev Pan-Amaz Saude; 3(1): 25 - 32, 2012.
Artigo em Português | IEC | ID: iec-12847

INTRODUÇÃO:

O comprometimento intelectual é frequente em indivíduos com paralisia cerebral (PC) e pode influenciar a aquisição da independência funcional.

OBJETIVO:

Descrever os níveis de independência funcional em indivíduos com PC associada à deficiência intelectual (DI).

MÉTODOS:

A escala Medida da Independência Funcional (MIF) foi aplicada aos cuidadores de indivíduos com PC e DI e seu escore relacionado ao nível do Sistema de Classificação da Função Motora Grossa (Gross Motor Function Classification System - GMFCS), tipo de movimento, idade, gênero, presença de epilepsia, escolaridade dos pais, uso de medicação, renda per capita e benefício financeiro governamental. Para a análise estatística foram utilizados os testes não paramétricos de Mann-Whitney para comparação de duas variáveis e de Kruskal-Wallis para três variáveis. O coeficiente de correlação de Spearman foi estimado para variáveis quantitativas.

RESULTADOS:

Foram avaliados 21 indivíduos com PC e DI, entre 6 e 24 anos de idade. O melhor nível no GMFCS teve correlação positiva com as áreas de autocuidado, mobilidade e locomoção da MIF. A idade teve correlação positiva com as áreas de autocuidado, mobilidade, comunicação e cognição da MIF. Observou-se relação entre a maior escolaridade dos pais e menores escores de independência em autocuidado e cognição.

CONCLUSÃO:

Os indivíduos desta amostra com PC associada à DI foram considerados dependentes em 61 por cento dos itens da escala MIF. Os maiores índices de independência foram observados nas áreas de alimentação, controle de esfíncteres e transferências...(AU)

INTRODUCTION:

Intellectual impairment is common in individuals with cerebral palsy (CP), and it can interfere with the acquisition of functional independence.

OBJECTIVE:

To describe the levels of functional independence in individuals with CP associated with intellectual disability (ID).

METHODS:

The Functional Independence Measure (FIM) was administered by caretakers of CP and DI patients, and the scores were associated with the level in the Gross Motor Function Classification System (GMFCS), type of movement, age, gender, presence of epilepsy, parents' schooling, use of medication, per capita income, and access to government financial aid. The statistical analysis was performed by use of the comparison tests Mann-Whitney and Kruskal-Wallis for two and three variables, respectively. The Spearman correlation coefficient was estimated for quantitative variables.

RESULTS:

A total of 21 CP and ID patients between 6 and 24 years of age were assessed. The highest GMFCS level was positively correlated with the following FIM areas: self-care, mobility, and locomotion; age was positively correlated with self-care, mobility, communication, and cognition. There was a correlation between parents' higher educational background and lower independence scores in the self-care and cognition areas.

CONCLUSION:

The individuals with CP associated with ID were considered dependent in 61 per cent of the FIM areas. The highest levels of independence were observed in the areas of eating, sphincter control, and transfers...(AU)
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: BR275.1
Selo DaSilva