Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Práticas e percepções de educadores quanto ao aleitamento materno / Educators' breastfeeding-related practices and perceptions / Prácticas y percepciones de educadores sobre la lactancia materna

Pereira, Bianca da Silva Alcantara; Bellafronte, Elisangela; de Almeida, Maria de Lourdes; Silva, Rosane Meire Munhak da; Sobrinho, Reinaldo Antonio Silva; Zilly, Adriana.
Rev. bras. promoç. saúde (Impr.); 31(3): 1-10, 31/10/2018.
Artigo em Inglês, Português | LILACS-Express | ID: biblio-996880

OBJETIVO:

Conhecer as práticas e percepções de profissionais da educação sobre o aleitamento materno.

MÉTODOS:

Estudo exploratório e descritivo, de abordagem qualitativa. A coleta de dados ocorreu em 2015, com 19 profissionais da educação atuantes em berçários das creches de um município de fronteira do Sul do Brasil. Utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo para organizar e tabular os dados qualitativos.

RESULTADOS:

A construção dos discursos do sujeito coletivo permitiu visualizar que, na percepção das professoras, o aleitamento materno é considerado negativo e não há benefícios nessa prática para crianças matriculadas no berçário I, principalmente pela indisponibilidade da mãe em ir à creche. Deste modo, considerou-se o local como não sendo um bom lugar para mãe amamentar. A percepção da profissional sobre o aleitamento materno o coloca como uma barreira à sua prática profissional e, por isso, o ensino, a manutenção e a promoção à amamentação não ocorrem. Além disso, foram mencionadas dificuldades quanto à infraestrutura escolar para a implementação do aleitamento.

CONCLUSÃO:

As profissionais consideram que o aleitamento materno pode ser uma barreira à sua prática profissional, relatam as dificuldades existentes para essa prática e, efetivamente, não o incentivam.
Biblioteca responsável: BR1881.9
Selo DaSilva