Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Concordância de um protocolo institucional de avaliação com classificação de risco / Concordancia de un protocolo institucional de evaluación con clasificación de riesgo / Agreement of an institutional risk classification assessment protocol

Malfussi, Luciana Bihain Hagemann de; Bertoncello, Katia Cilene Godinho; Nascimento, Eliane Regina Pereira do; Silva, Sabrina Guterres da; Hermida, Patrícia Madalena Vieira; Jung, Walnice.
Texto & contexto enferm; 27(1): e4200016, 2018. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-904406

RESUMO OBJETIVO:

avaliar a concordância entre os enfermeiros na aplicação de um protocolo institucional de avaliação com classificação de risco em uma unidade de emergência hospitalar.

MÉTODO:

estudo quantitativo de abordagem transversal e retrospectivo, realizado na unidade de emergência adulto de um hospital geral do Estado de Santa Catarina, baseado em fichas de atendimento. A coleta de dados ocorreu entre outubro e dezembro de 2013. A amostra fora constituída de 380 fichas de atendimento, selecionadas por aleatorização simples. O grau de concordância se determinou pelo coeficiente Kappa.

RESULTADOS:

a concordância geral entre os enfermeiros na aplicação do protocolo institucional foi substancial (Kappa=0,786) representando 331 (87,2%) fichas. Entre os níveis de classificação houve concordância quase perfeita para todos eles (Kappa=1 para o nível vermelho, Kappa=0,836 para o nível laranja, Kappa=0,884 para o nível amarelo, Kappa=0,865 para o nível verde e Kappa=1 para o nível azul).

CONCLUSÃO:

a concordância geral na aplicação do protocolo institucional se mostrou substancial, sendo evidenciada uma concordância quase perfeita em todos os níveis de classificação. Houve superestimação e subestimação da classificação de risco em relação ao protocolo. Sugere-se que os enfermeiros que realizam a classificação de risco recebam treinamento por parte da instituição quanto à aplicabilidade do protocolo, a fim de minimizar a superestimação e subestimação da classificação de risco. Este trabalho contribui ao avaliar a aplicação de um protocolo novo implantado, com subsídios para uma melhor concordância na sua implementação por enfermeiros.
Biblioteca responsável: BR17.1
Selo DaSilva