Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Processed and ultra-processed food consumption among children aged 13 to 35 months and associated factors / Consumo de alimentos processados e ultraprocessados e fatores associados em crianças entre 13 e 35 meses de idade / Consumo de alimentos procesados y ultraprocesados y factores asociados en niños entre 13 y 35 meses de edad

Batalha, Mônica Araujo; França, Ana Karina Teixeira da Cunha; Conceição, Sueli Ismael Oliveira da; Santos, Alcione Miranda dos; Silva, Francelena de Sousa; Padilha, Luana Lopes; Silva, Antônio Augusto Moura da.
Cad. Saúde Pública (Online); 33(11): e00152016, nov. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-889620
Resumo: O estudo teve como objetivo avaliar o consumo de alimentos processados e ultraprocessados por crianças entre 13 e 35 meses de idade e fatores associados. Estudamos 1.185 crianças da coorte BRISA em São Luís, Maranhão, Brasil. O consumo alimentar foi investigado com um recordatório de 24 horas, e os percentuais de ingestão diária de calorias e nutrientes foram estimados por grupos de alimentos de acordo com a classificação "NOVA". Optamos por categorizar as crianças pertencentes ao tercil superior da distribuição como tendo consumo elevado de produtos alimentícios processados e ultraprocessados. Foi utilizado um modelo de regressão Poisson com estimativa robusta de variância com modelagem hierárquica para calcular as razões de prevalência (RPs) das variáveis associadas ao consumo elevado de produtos alimentícios processados e ultraprocessados. A ingestão calórica média era 1.226Kcal/dia. Após os ajustes, houve uma proporção maior de consumo elevado de produtos alimentícios processados e ultraprocessados entre crianças cujas mães tinham menos de 12 anos de escola e entre crianças com mais de 16 meses de idade. As mães com baixa escolaridade e crianças acima de 16 meses devem ser alvos de intervenções para reduzir o consumo desses produtos alimentícios e prevenir os desfechos de saúde adversos na adolescência e idade adulta.
Biblioteca responsável: BR1.1
Selo DaSilva