Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Levantamento, análise e seleção de indicadores ambientais e socioeconômicos como subsídio para o fortalecimento das estratégias de controle da dengue no município de Uberlândia- MG / Survey, analysis and selection of environmental and socioeconomic indicators as a subsidy for the strengthening of dengue control strategies in the city of Uberlandia-MG

Arantes, Karen Magalhães; Pereira, Boscolli Barbosa.
J. Health Biol. Sci. (Online); 5(1): 86-94, jan.-mar./2017. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-875855

INTRODUÇÃO:

A dengue é um desafio para a saúde pública e seu controle é complexo, devido aos diversos fatores que são importantes determinantes na manutenção e dispersão tanto da doença quanto de seu vetor transmissor.

OBJETIVO:

Diante da situação epidemiológica da dengue, e tendo em vista que a distribuição de doenças e agravos é desigual, graças à diversidade de condições socioeconômicas, ambientais e institucionais que definem cada território, o presente estudo objetivou selecionar e analisar indicadores condicionantes da proliferação da dengue, organizando-os segundo o modelo FPEEEA OMS para o município de Uberlândia-MG.

MÉTODOS:

Foi realizado um estudo descritivo e exploratório, com abordagem quali-quantitativa para análise de dados secundários, disponíveis em bases de dados de domínio público virtual, relativos às condições sociais, econômicas e ambientais de Uberlândia-MG, incluindo registros de casos de dengue notificados, bem como informações referentes às ações de controle do vetor.

RESULTADOS:

A partir do levantamento e da organização das informações obtidas, foi possível selecionar e propor indicadores e informações para cada eixo da matriz FPEEEA, bem como relacionar ações de atenção e vigilância para controle da dengue.

CONCLUSÃO:

A implementação de políticas baseadas na intersetorialidade de forma a envolver e responsabilizar os gestores e a sociedade é importante para o controle da dengue, sendo que o modelo FPEEEA/OMS mostrou ser relevante instrumeto de subsídio à elaboração e planejamento das ações de vigilância que envolve o combate à doença e ao vetor. (AU)
Biblioteca responsável: BR1780.2
Selo DaSilva