Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Perfil hematológico e bioquímico de pacientes com doença de Chagas atendidos por um serviço de atenção farmacêutica no estado do Ceará / Hematological and biochemical profile of patients with Chagas disease attended by a pharmaceutical care service in the state of Ceará

Filho, José Damião da Silva; Costa, Alanna Carla; Freitas, Erlane Chaves; Viana, Carlos Eduardo Menezes; Lima, Monise Anne; Andrade, Mônica Coelho; Pereira, Laíse dos Santos; Fidalgo, Arduina Sofia Ortet de Barros Vasconcelos; Oliveira, Maria de Fátima.
J. Health Biol. Sci. (Online); 5(2): 130-136, abr-jun /2017. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-875689

INTRODUÇÃO:

A doença de Chagas (DC) é uma parasitose causada pelo agente infeccioso Trypanosoma cruzi. No Brasil, o tratamento específico da DC é realizado com o Benzonidazol (Bz), que devido à sua toxicidade pode levar ao aparecimento de várias reações adversas aos pacientes que fazem uso deste medicamento. Diante disso, existe uma preocupação em avaliar o paciente antes de iniciar a utilização do Bz, a fim de verificar possíveis alterações hematológicas e bioquímicas que eventualmente possam ser atribuídas à utilização deste medicamento.

OBJETIVO:

delinear o perfil dos parâmetros hematológicos e bioquímicos de pacientes com DC antes da farmacoterapia com Bz.

METODOLOGIA:

Estudo retrospectivo que avaliou o perfil sociodemográfico e os parâmetros laboratoriais (eritrograma, leucograma, plaquetas, aspartato aminotransferase - TGO, alanina aminotransferase - TGP, ureia e creatinina) de 89 pacientes chagásicos crônicos atendidos no Serviço de Atenção Farmacêutica ao Paciente com doença de Chagas da Universidade Federal do Ceará no período de janeiro de 2010 a dezembro de 2015.

RESULTADOS:

A população estudada se caracterizou feminina (52,8%), média de idade de 53,6 anos, de baixa renda e escolaridade, maioria aposentada, procedente do interior do estado do Ceará. No que se refere às análises hematológicas e bioquímicas, observa-se que todos os parâmetros se encontram dentro dos valores de referência. Na comparação entre gêneros, a análise estatística entre as médias demonstrou diferença significativa nos eritrócitos, no hematócrito, na hemoglobina, nas plaquetas e na contagem de linfócitos.

CONCLUSÃO:

Apesar da evidência de um perfil dentro dos valores normais de referência, o acompanhamento desses parâmetros laboratoriais é de suma importância no seguimento do paciente chagásico, visto que as reações adversas podem aparecer bem no início do tratamento com o Benzonidazol, levando muitas vezes à interrupção do medicamento. (AU)
Biblioteca responsável: BR1780.2
Selo DaSilva