Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Indicadores sociais e saúde autorreferida de idosos diabéticos: variações entre os sexos / Social indicators and self-reported health of elderly diabetic people: variations between the sexes

Fernandes, Maria da Graças Melo; Macêdo-Costa, Kátia Nêyla de Freitas; Moreira, Maria Eliane de Araújo; Oliveira, Jacira dos Santos.
Acta sci., Health sci; 35(1): 59-66, jan.-jun. 2013. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1823
O diabetes apresenta alta morbimortalidade, com perda importante na qualidade de vida do idoso. Assim, objetivou-se averiguar variações entre os sexos relativos aos indicadores sociais e ao estado de saúde autorreferido de idosos diabéticos. Estudo exploratório, realizado no Ambulatório de Endocrinologia do Hospital Universitário da UFPB, por meio de entrevista a 53 idosos atendidos, de outubro a dezembro de 2009. A análise dos dados foi efetivada pelo SPSS. Dos idosos, 38% eram homens e 62% mulheres; a maioria 58,49% tinha idade entre 60 a 64 anos e 71,70% referiram ser casados. Observou-se maior índice de viuvez entre as mulheres (21,21%). Considerando a renda, advinda especialmente da aposentadoria, 80% no caso dos homens e 54,55% das mulheres. Das mulheres, 42,42% referiram exercer atividade ocupacional apenas no lar e 65% dos homens não exerciam nenhuma. Quanto à falta de ajuda no cuidado em saúde, esta foi expressa por 5% dos homens. Verificou-se que 81,13% dos idosos expressavam duas ou mais enfermidades. Quanto ao uso de tecnologia assistiva, houve um predomínio entre os homens (10%). O estudo contribuiu para ampliar o conhecimento dos indicadores sociais e de saúde de homens e mulheres idosos diabéticos, o que pode melhor direcionar o cuidado de enfermagem.
Biblioteca responsável: BR513.2
Selo DaSilva