Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Stability of Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. conidia stored in different packagings / Estabilidade de conídios de Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. acondicionados em diferentes embalagens

Silva, Roberta Zani da; Neves, Pedro Manuel de Oliveira Janeiro.
Arq. Inst. Biol.; 83: 01-07, 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | 2016 | ID: vti-731163
Resumo: One of the limiting factors in the use of more substantial amounts of entomopathogenic fungi is the difficulty in maintaining conidial viability for long periods in storage. The need for developing formulations and packaging that would increase the shelf life of these microorganisms  is  therefore important. Considering this, this study aimed to identify packaging types that would maintain conidial viability for long storage periods at different temperatures. A  granular B. bassiana (CG 432) mixture (conidia and parboiled rice) was used, stored in three different packaging types: Coex, metallized polyester, and polyethylene, which were stored in refrigerator (6  ± 2C) and in an incubator (25 ± 1C) for 180  days. Germination percentage and water content were the parameters used to evaluate packaging influence on conidial viability. The conidia stored in Coex packaging showed the highest germination percentage in refrigerator and at room temperature during the entire storage period. This packaging also provided the lowest water acquisition by the conidia during storage. Regardless of packaging, the conidia stored in refrigerator showed the highest germination percentage in relation to those stored at room temperature (25 ± 1C).(AU)
Um dos fatores limitantes à utilização em maior quantidade de fungos entomopatogênicos produzidos é a dificuldade na manutenção da viabilidade dos conídios por longos períodos de armazenamento, o que torna importante a necessidade de desenvolvimento de formulações e embalagens que aumentem a vida de prateleira desses micro-organismos. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi identificar embalagens que pudessem manter a viabilidade dos conídios por longos períodos de armazenamento em diferentes temperaturas. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Controle Microbiano de Insetos da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Foi utilizada uma mistura granulada (conídios e arroz parboilizado) de B. bassiana (CG 432) acondicionada em 3 tipos de embalagens: Coex, poliéster metalizado e polietileno, que foram armazenadas durante 180 dias em refrigerador (6 ± 2C) e câmara climatizada (25 ± 1C). Os parâmetros utilizados para avaliar a influência das embalagens sobre a viabilidade dos conídios foram a porcentagem de germinação e o conteúdo de água. Os conídios acondicionados na embalagem tipo Coex foram os que apresentaram maior porcentagem de germinação em refrigerador e à temperatura ambiente durante todo o período de armazenamento, sendo também a embalagem que proporcionou menor ganho de água pelos conídios durante o armazenamento. Independentemente da embalagem, os conídios armazenados em refrigerador apresentaram maior porcentagem de germinação em relação aos armazenados à temperatura ambiente (25 ± 1°C).(AU)
javascript:void(Set_Locked(0,'GRAVA REGISTRO/COMPLEMENTO.x'))
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1