Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Primary health care assessment from the users' perspectives: a systematic review.

Paula, Weslla Karla Albuquerque Silva de; Samico, Isabella Chagas; Caminha, Maria de Fátima Costa; Filho, Malaquias Batista; Silva, Suzana Lins da.
Rev Esc Enferm USP; 50(2): 335-45, 2016 Apr.
Artigo em Inglês, Português | MEDLINE | Jul 2016 | ID: mdl-27384215
Resumo: OBJECTIVE: Analyze the evaluation of the attributes of primary care made by users of basic units of Brazilian health by using PCATool instrument adapted to Brazil. METHOD: A systematic literature review conducted in the PubMed database, IBECS, LILACS, SciELO and BDTD. RESULTS: 4,405 documents were found, selected 23 full texts. After Full reading and application of eligibility criteria, 14 articles were evaluated. The studies showed that primary care performs well in longitudinality attributes, completeness and coordination and worse performance on attributes access first contact, family counseling and community orientation, even in the basic units with the Family Health. CONCLUSION: The users of basic health units assessed as unsatisfactory attributes considered essential for a health care more equitable and competing for user autonomy and social control. It is inferred that there are still obstacles hindering user access to basic health services and care actions are still being developed without favoring user participation and the community context in which they live. OBJETIVO: Analisar a avaliação dos atributos da Atenção Básica feita por usuários de unidades básicas de saúde brasileiras, mediante utilização de adaptações do instrumento PCATool para o Brasil. MÉTODO: Revisão sistemática da literatura realizada nas bases de dados Medline/PubMed, LILACS, IBECS, SciELO e BDTD. RESULTADOS: Foram encontrados 4.405 documentos, sendo selecionados 23 textos completos. Após leitura integral e aplicação dos critérios de elegibilidade, 14 artigos foram avaliados. Os estudos apontaram que a Atenção Básica tem bom desempenho nos atributos longitudinalidade, integralidade e coordenação e pior desempenho nos atributos acesso de primeiro contato, orientação familiar e a orientação comunitária, mesmo nas unidades básicas com Saúde da Família. CONCLUSÃO: Os usuários das unidades básicas de saúde avaliaram como insatisfatórios atributos considerados fundamentais para uma atenção à saúde mais equânime e concorrente para autonomia do usuário e controle social. Infere-se que ainda existem obstáculos que dificultam o acesso dos usuários aos serviços básicos de saúde e que ações do cuidado ainda estejam sendo desenvolvidas sem privilegiar a participação do usuário e o contexto comunitário onde vivem.