Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Impacto da violência na saúde de famílias em Fortaleza, Ceará / Impact of violence on the health of families at Fortaleza, Ceará State

Vieira, Luiza Jane Eyre de Souza; Arcoverde, Márcia Liduína Vasconcelos; Araújo, Maria Alix Leite; Ferreira, Renata Carneiro; Fialho, Ana Virgínia de Melo; Pordeus, Augediva Maria Jucá.
Ciênc. saúde coletiva; 14(5): 1773-1779, nov.-dez. 2009.
Artigo em Português | LILACS | Dez 2009 | ID: lil-529130
Resumo: O estudo descreve o impacto da violência na qualidade de vida de famílias atendidas na Associação de Parentes e Amigos Vítimas da Violência (APAVV), em Fortaleza, Ceará. Estudo de caso realizado com cinco mães que participavam de uma ONG no combate à violência. A entrevista semi-estruturada, participação nas reuniões da instituição e pesquisa documental foram as técnicas de coleta de dados, sendo esses últimos submetidos à análise temática e discutidos à luz da literatura e das cartas de promoção da saúde. Os impactos causados pela violência comprometem a saúde física e emocional das famílias, originam mudanças de comportamento entre os membros, contribuem para o aumento do tabagismo, do etilismo, do isolamento social e exacerbam sentimentos de revolta, vingança e pessimismo. O trabalho da ONG tem sido importante para apoiar as famílias na superação dos conflitos e na restauração da saúde, resgatando a auto-estima, a esperança na justiça e na mobilidade social. A saúde dessas famílias fica comprometida nos aspectos biológicos, emocionais e sociais, favorecendo o adoecimento. Essas têm recorrido ao suporte de ONGs para transformarem a "condição de vítima" - refém da violência - em "cidadania responsável" na luta contra esse fenômeno.
The study describes the impact of the violence on the quality of life of the families, which were attended at the Relatives and Friends Violence Victims Association (ARFVV) in Fortaleza, Ceará State. The case study was accomplished among five mothers that were involved in a NGO on the battle against the violence. The semi-structured interview, the participation at the institution's meetings and the documental research were the data collecting techniques, being these last ones, submitted to the thematic analysis and discussed according to the literature and Letters of Health Promotion. The impacts caused by the violence comprise the physical, emotional and social family's health, cause changes on behavior between the members, and lead to the increasing of smoking, drinking, social isolation and exacerbate revolt feelings, vengeance and pessimism. The NGO's work has been important to support the families on the conflicts overcoming, health familiar restoration, redeeming the self-expectation, the hope on the justice and social mobility. The health of families' victims from violence is affected on the biological, emotional and social aspects, favoring the process of sickness. These have appealed to the support from NGOs to transform the "victim condition" - violence hostage to the "responsible citizenship" - guardians of peace on the battle against the urban violence.
Biblioteca responsável: BR1.1