Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Ações da assistência pré-natal voltadas para a prevenção da violência sexual: representações e práticas dos profissionais de saúde / Actions of the prenatal assistance directed toward the prevention of the sexual violence: practical representations and of the health professionals

Cavalcanti, Ludmila Fontenele.
Rio de Janeiro; s.n; 2004. xvi,137 p. ilus.
Tese em Português | LILACS | 2004 | ID: lil-422249
Resumo: Analisa as ações da assistência pré-natal voltadas para a prevenção da violência sexual em três maternidades públicas municipais do Rio de Janeiro, a partir das representações e práticas dos profissionais de saúde. Considerando que a violência sexual piora em intensidade e freqüência ao longo da gravidez e pode acarretar alta paridade e gravidez de repetição rápida, causas de gravidez de risco ou da morbidade e morte materna, a atuação dos profissionais da assistência pré-natal pode desempenhar um papel estratégico na identificação e prevenção da violência sexual. Procurou-se analisar as representações sociais dos profissionais de saúde sobre a violência sexual no contexto da assistência pré-natal, estabelecer relações entre os discursos sobre as práticas profissionais na prevenção da violência sexual e as ações que consolidam tais discursos, bem como comparar as duas maternidades que possuem núcleo de atendimento às mulheres vítimas de violência sexual e uma maternidde que não é considerada referência para este atendimento. Metodologicamente, trabalhou-se em duas frentes. A primeira consistiu no mapeamento do problema e no levantamento do perfil das instituições e dos profissionais de saúde, alvos da pesquisa.A segunda consistiu num trabalho empírico de entrevistas e observações. Os resultados da pesquisa apontam para a reprodução cultural dos estereótipos de gênero e para redução biologizante da sexualidade feminina e da gestação presentes nas representações dos profissionais de saúde, influenciando o repertório de estratégias adotadas no sentido da pevenção. Por outro lado, demonstram a importância das capacitações para reflexão das representações sociais no espaço dos serviços e para a incorporação de ferramentas de diagnóstico da violência sexual na assistência pré-natal.A proximidade dos profissionais de saúde da assistência pré-natal aos núcleos de atendimento às mulheres vítimas de violência sexual pode trazer para o seu cotidiano um compromisso com a visibilidade desse agravo à saúde; contribuir para a incorporação do tema violência sexual e favorecer um posicionamento dirigido à prevenção para além do atentimento emergencial.
Biblioteca responsável: BR663.1
Localização: BR663.1, C167a; 618.24