Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Perfil das lesões histopatológicas hepáticas em suínos infectados naturalmente pelo genótipo 3 do vírus da hepatite E/Hallmarks of liver lesions in pigs naturally infected by hepatitis E virus genotype 3

Souza, Alex Junior Souza de; Malheiros, Andreza P; Soares, Manoel do Carmo Pereira; Gomes-Gouvêa, Michele Soares; Pinho, João Renato Rebello; Pereira, Washington L. A; Sá, Lilian Rose Marques de.
Pesq Vet Bras; 38(1): 65-70, 2018. ilus., tab.
Artigo em Inglês | IEC | 2018 | ID: iec-17426
Resumo: Histopathological evaluation of liver from 33 pigs slaughtered for human consumption in Amazon region, previously tested by serology and molecular techniques for hepatitis E virus infection (HEV), was analysed in three groups: Group 1, negative for both HEV-RNA and anti-HEV IgG (n=10); Group 2, positive for HEV-RNA (n=13); Group 3, positive for anti-HEV IgG (n=10). Group 2 showed a significant difference among the groups for liver lesions such as lobular activity (P=0.007), periportal interface hepatitis (P=0.004), portal inflammation (P=0.028) hepatitis with lobular, portal and periportal interface activity (P=0.001). HEV detection by immunohistochemistry was performed and 3 of 6 samples of group 2 were positive. Pigs naturally infected by HEV genotype 3 present microscopic necroinflammatory liver lesions similar to HEV in humans. Liver histopathology showed be important in the diagnosis of active asymptomatic HEV infection in pigs slaughtered for human consumption because hepatic liver lesions may present distinct profiles according to molecular and serological diagnosis and in this sense, histopathology and immunohistochemistry may be an important complementary diagnostic tool.
A avaliação histopatológica hepática de 33 suínos abatidos para consumo humano na região amazônica, previamente testados para infecção pelo vírus da hepatite E (HEV) por sorologia e técnicas moleculares, foi realizada em três grupos: Grupo 1, animais negativos para HEV-RNA e anti-HEV IgG (n=10); Grupo 2, positivos para HEV-RNA (n=13); e Grupo 3, positivos para anti-HEV IgG (n=10). O grupo 2 apresentou diferenças estatísticas significantes entre os grupos em relação à presença de atividade lobular (P=0,007), hepatite periportal de interface (P=0,004), inflamação portal (P= 0.028) e atividade lobular acompanhada por inflamação portal e periportal de interface (P=0,001). A detecção imunohistoquímica do HEV foi realizada e três de seis amostras do Grupo 2 foram positivas. Suínos naturalmente infectados pelo genótipo 3 do HEV apresentam lesões necroinflamatórias no fígado similares a lesão em humanos. A histopatologia hepática demonstrou ser importante no diagnóstico de infecção ativa e assintomática por HEV em suínos abatidos para consumo humano, pois as lesões no fígado apresentaram perfis diferenciados de acordo com o diagnóstico sorológico e molecular da infecção e, neste sentido, a histopatologia e imunohistoquímica podem representar importantes ferramentas complementares de diagnóstico.
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: PCIEC2018 / BR275.1