Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Survey of prevalence trachoma of children in Distrito Federal, Brazil, July/2010/Inquérito domiciliar de prevalência de tracoma em crianças do Distrito Federal, Brasil, julho/2010

Jesus, Hiane Santos de; Lobo, Andrea de Paula; Bordalo, Fernanda Santos; Villar, Gabriela Baruque; Oliveira, João Carlos Guedes de; Dias, Juliana Alves; Leite, Priscila Leal; Costa, Veruska Maia; Dutra, Viviane Gomes Parreira; Lopes, Maria de Fátima Costa; Giovanetti, Ivoneide Duarte Cordeiro; Favacho, Joana da Felicidade Ribeiro; Nóbrega, Aglaêr Alves da.
Cad Saude Colet; 21(3): 318-324, 2013. tab
Artigo em Português | IEC | 2013 | ID: iec-16279
Resumo: Realizamos um estudo de corte transversal na Vila Estrutural (DF), utilizando amostragem por conglomerados. Os objetivos do estudo foram estimar a prevalência de tracoma em crianças de um a nove anos, descrever o perfil sociodemográfico dos casos e identificar possíveis fatores de risco associados à doença. A medida de associação foi razão de prevalência estimada pela odds ratio e o intervalo de confiança 95% (IC95%). Foram amostradas 766 crianças de 1 a 9 anos e encontrada prevalência de tracoma ativo de 12,5%. A alta prevalência observada reforça que a doença permanece como um problema de saúde pública, sendo necessária a adoção de medidas de controle, com vistas à eliminação da doença, enquanto causa de cegueira. Recomendamos capacitar profissionais da área para detecção e monitoramento de situação epidemiológica e adotar atividades de educação em saúde com enfoque em medidas de controle e prevenção
We conducted a cross-sectional study in Vila Estrutural (DF) using cluster sampling. This study aimed to estimate prevalence of trachoma in children aged one to nine years, to describe the socio-demographic profile of cases, and to identify possible risk factors associated with the disease. The association measure was prevalence ratio estimated by odds ratio and 95% confidence interval (CI95%). We sampled 766 children aged 1 to 9 years and found a prevalence of active trachoma of 12.5%. The high prevalence reinforces that the disease remains a public health problem, being necessary to adopt control measures, in order to eliminate the disease as a cause of blindness. We recommend enabling professionals to detect and to monitor the epidemiological situation and adopt health education activities focusing on prevention and control measures
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: PCIEC2013