Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Contributions of social epidemiology to clinical research on infectious diseases/As contribuições da epidemiologia social para a pesquisa clínica em doenças infecciosas

Ramos, Francisco Lúzio de Paula; Hora, Ádrea Leal da; Souza, Claudia Teresa Vieira de; Pereira, Luciana Oliveira; Hora, Dinair Leal da.
Rev Pan-Amaz Saude; 7(Ed. esp.): 221-229, 2016.
Artigo em Português | IEC | 2016 | ID: iec-15877
Resumo: No âmbito da promoção da saúde, a epidemiologia exerce importante papel ao se preocupar não apenas com o controle de doenças e de seus vetores, mas, sobretudo, com a melhoria da saúde da população. Os estudos que privilegiam temáticas da saúde pública, em geral, estão frequentemente interessados em investigar o modo pelo qual as condições sociais influenciam e determinam o processo saúde-doença das populações, o que tem gerado uma forte articulação entre a epidemiologia e as ciências sociais. É assim que se constrói um ramo epidemiológico denominado por alguns estudiosos como epidemiologia social. A epidemiologia social tem como foco principal o estudo do modo pelo qual a sociedade e os diferentes modos de organização social influenciam a saúde e o bem-estar dos indivíduos e dos grupos sociais, possibilitando a incorporação de suas experiências societárias, para a melhor compreensão de como, onde e porque se dão as desigualdades na saúde. O presente artigo de revisão realiza uma discussão que pretende indicar as contribuições que a abordagem da epidemiologia social pode trazer para os estudos realizados pela pesquisa clínica em doenças infecciosas, de modo a se desenvolver um olhar mais amplo sobre o paciente em conjunto com o seu sistema de relações e de produção do adoecimento e da recuperação da saúde (AU)
In the context of health promotion, epidemiology plays an important role. It emphasizes not only on control of diseases and their vectors, but also on improving the health of the population. Researches that focus on the themes of public health in general are frequently interested in investigating how social conditions affect and determine the population's health-disease process. This has generated a strong articulation between epidemiology and social sciences, emerging an epidemiological branch named by some scholars as social epidemiology. The focus of social epidemiology is studying how society and the different modes of social organization influence the health and well-being of individuals and social groups, enabling the incorporation of the social experiences to better understand how, where, and why health inequalities occur. This review article discusses and demonstrates the contributions of social epidemiology studies in clinical research studies on infectious diseases in order to develop a broader viewpoint of patients in conjunction with their system of relations and with illness production and health recovery (AU)
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: PCIEC2016 / BR275.1