Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Prevention of cervical cancer in riparian communities assisted by the Light in Amazonia Program in Pará State, Brazil/Prevenção do câncer de colo do útero em comunidades ribeirinhas atendidas pelo Programa Luz na Amazônia, Estado do Pará, Brasil

Costa, Jaqueline Helen Godinho; Souza, lldson Rosemberg Alves de; Anjos, Ellen Jackeline dos; Prazeres, Benedito Antônio Pinheiro dos; Andrade, Marizete Lopes; Melo, Marly de Fátima Carvalho de; Tsutsumi, Mihoko Yamamoto; Sousa, Maísa Silva de; Santos, Ellen Jackeline dos Anjos.
Rev Pan-Amaz Saude; 2(4): 17 - 22, dez. 2011. graf, tab
Artigo em Português | IEC | ID: iec-11246
Resumo: O câncer de colo do útero (CCU) é o que apresenta a maior incidência nas mulheres do Estado do Pará, Brasil, semconsiderar os tumores da pele não melanoma, com tendência à elevação da mortalidade no interior. Trabalhar aprevenção de CCU em comunidades ribeirinhas é importante para a redução da mortalidade por esse câncer no interior do Estado, devido à frequência e peculiaridades dessas comunidades na região. Este trabalho objetivou a prevenção primária e secundária do câncer cervical nas comunidades ribeirinhas atendidas pelo Programa Luz na Amazônia. As ações de prevenção primária abrangeram 317 famílias nas cinco comunidades visitadas de fevereiro de 2009 anovembro de 2011. Um total de 104 mulheres realizou o exame citológico preventivo do câncer de colo do útero (PCCU). A avaliação citológica classificou 22,12 por cento (n = 23) dos esfregaços como normais; 62,50 por cento (n = 65) como inflamatórios;9,61 por cento (n = 10) como contendo células escamosas atípicas de significado indeterminado (ASC); e 5,77 por cento (n = 6) com lesões escamosas intraepiteliais (SIL). Das 55 (52,88 por cento) mulheres que nunca haviam realizado o exame, metade tinha mais de 35 anos de idade. Dentre os fatores de risco para o desenvolvimento do CCU, foram identificados a baixa escolaridade, a baixa cobertura do exame preventivo, o início precoce da atividade sexual e a multiparidade. Por outro lado, a baixa frequência de mulheres com múltiplos parceiros sexuais, de fumantes e usuárias de métodos contraceptivospode estar caracterizando fatores de proteção.(AU)
Cervical cancer (CC) is a form of neoplasia with the highest incidence in women in Pará S , Brazil, following nonmelanoma skin cancer. The mortality rates of CC are higher in the interior of the State. Healthcare intervention efforts that target the prevention of CC in riparian communities are necessary to reduce the mortality rates of CC in the interior of the state, including strategies that reduce disease frequency and account for the characteristics of such communities. This study was aimed at the primary and secondary prevention of CC in riparian communities that were assisted by the Light in Amazonia Program. The primary prevention efforts reached 317 families in five communities that were visited from February 2009 to November 2011. A total of 104 women received the Papanicolaou test (Pap smear). A cytological analysis classified 22.12 per cent (n = 23) of the Pap smears as normal; 62.50 per cent (n = 65) as inflammatory; 9.61 per cent (n = 10) as exhibiting atypical squamous cells of undetermined significance (ASC-US); and 5.77 per cent (n = 6) as squamous intraepithelial lesions (SILs). Of the 55 (52.88 per cent) women who had never received a Pap smear, more than half were older than 35 years of age.Low educational level, low coverage of Pap smears, early onset of sexual activity, and multiparity were significant risk factors for CC. However, the low frequencies of women who had multiple lifetime sexual partners, who were smokers, and who were users of contraceptive methods may be protective factors.(AU)
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: BR275.1