Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Utilização de benzodiazepínicos no Serviço Municipal de Saúde de Coronel Fabriciano, Minas Gerais / /Use of benzodiazepines in local public health services in Coronel Fabriciano in the State of Minas Gerais

Firmino, Karleyla Fassarelo; Abreu, Mauro Henrique Nogueira Guimarães de; Perini, Édson; Magalhães, Sérgia Maria Starling de.
Ciênc. Saúde Colet; 17(1): 157-166, jan. 2012. tab
Artigo em Português | ENSP | Jan 2012 | ID: ens-28331
Resumo: Neste estudo foram avaliadas as indicações de benzodiazepínicos no Serviço Municipal de Saúde de Coronel FabricianoMG, verificando sua conformidade com o preconizado pela literatura. O estudo avaliou todas as receitas desses medicamentos provenientes das Unidades Municipais de Saúde no período de Setembro a Outubro de 2006, os formulários de indicação clínica preenchidos pelo prescritor e cadastros informatizados do serviço. Analisaram-se 1.866 receitas, sendo 59,7 por cento do Diazepam e o restante do Clonazepam. A Dose Diária Definida por mil habitantes por dia foi de 24,69 para o Diazepam e de 3,58 para o Clonazepam. Cerca de 50 por cento das indicações relatadas pelos médicos foram como hipnótico ou ansiolítico, 21,9 por cento para "uso crônico/dependência" e o restante para outras indicações. Das receitas que atenderam aos critérios de inclusão para análise da adequação da indicação (1618), cerca de 70 por cento foram consideradas não adequadas, tendo em vista a indicação e o tempo de tratamento. Houve um alto percentual de inadequação na utilização de benzodiazepínicos, principalmente pelo uso prolongado e para atender a casos considerados pelos prescritores como uso crônico/dependência. Assim, há responsabilidade do serviço de saúde na manutenção da dependência.(AU)
In this study, indications for benzodiazepines in the healthcare services of the city of Coronel Fabriciano (State of Minas Gerais, Brazil) were analyzed in terms of compliance with the indications established in the literature. The study was carried out using all prescriptions for benzodiazepines in municipal healthcare units between September and October 2006, as well as the prescription form filled out by the prescriber and computer files. A total of 1866 prescriptions were analyzed; 59.7 percent were for diazepam and the rest were for clonazepam. The mean daily dose per 1000 inhabitants/day was 24.69 for diazepam and 3.58 for clonazepam. Approximately 50 percent of the indications were as a hypnotic or anti-anxiety medication; 21.9 percent were for "chronic use/dependence" and the rest were for other indications. Among the prescriptions that fulfilled the inclusion criteria for the analysis of indication adequacy (1618), approximately 70 percent were found to be inadequate considering the indication and duration of treatment. It revealed a high percentage of the inadequate use of benzodiazepines, especially due to prolonged use and the treatment of cases considered by the prescribers as chronic use/dependence. Thus, healthcare services bear responsibility for the maintenance of dependence.(AU)
Biblioteca responsável: BR526.1
Localização: BR526.1