Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Câncer de boca: conhecimento de motoristas de transportes de carga em um município de Santa Catarina (Brasil) / Mouth cancer: knowledge of cargo transport drivers in a municipality of Santa Catarina (Brazil)

Gislon, Luciane Campos; Mafra, Thayse; Bottan, Elisabete Rabaldo.
Journal of Oral Investigations; 8(1): 34-44, jan.-jun. 2019. tab
Artigo em Português | BBO - odontologia (Brasil) | Jun 2019 | ID: biblio-994722
Resumo: Objetivo: Caracterizar o conhecimento de um grupo de condutores de transportes de carga sobre câncer de boca. Métodos: Estudo descritivo transversal. A população de referência foram os 52 motoristas de caminhão de uma empresa do município de Itajaí (SC). As informações foram obtidas através da aplicação de questionário estruturado em três campos: características sociodemográficas, domínio atitudinal e domínio cognitivo. Os dados foram submetidos à análise descritiva, mediante a obtenção da frequência (absoluta e relativa). Resultados: Participaram 45 motoristas; todos do sexo masculino, com idade média de 48,2 anos. Quanto à escolaridade, a maior frequência (34,1%) foi para o ensino médio completo. Sessenta por cento não receberam informações sobre câncer de boca, contudo 82,2% demonstraram interesse em participar de atividades educativo-preventivas sobre o tema. Nenhum dos participantes costuma fazer a observação da sua cavidade bucal. Nas questões do campo cognitivo, o melhor desempenho foi para os itens sobre fatores etiológicos, sendo o hábito de fumar o mais destacado. A frequência de respostas erradas foi superior a 75% para a maioria das questões sobre conhecimento. A maior frequência de respostas corretas, no domínio cognitivo, ocorreu entre os participantes que haviam recebido informações sobre o tema do câncer de boca. Conclusão: Os participantes apresentaram importantes lacunas no conhecimento sobre câncer de boca, no entanto, o melhor desempenho foi identificado entre aqueles que haviam recebido, previamente, informações sobre a temática em estudo(AU)
Objective: To characterize the knowledge about oral cancer in a group of truck drivers. Methods: Cross-sectional descriptive study. The target population was 52 truck drivers from a company in the municipality of Itajaí (SC).The information was obtained through the application of a questionnaire structured in three fields: sociodemographic characteristics, attitudinal domain and cognitive domain. The data were submitted to the descriptive analysis, by obtaining the frequency (absolute and relative). Results: 45 drivers participated; all males, with a mean age of 48.2 years. As for schooling, the highest frequency (34.1%) was for full secondary education. Sixty percent did not receive information about oral cancer, but 82.2% showed an interest in participating in educational-preventive activities on the subject. None of the participants usually make observation of their oral cavity. In the questions of the cognitive field, the best performance was for the items on etiological factors; smoking was the most highlighted. The frequency of wrong answers was greater than 75% for most knowledge questions. The highest frequency of correct responses in the cognitive domain occurred among participants who had received information on the topic of oral cancer. Conclusion: Participants presented important gaps in knowledge about oral cancer however the best performance was identified among those who had previously received information about the subject under study(AU)
Biblioteca responsável: BR186.1
Localização: BR186.1