Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Reanálise da vacina tetravalente (RRV-TV) no contexto da prevenção das gastrenterites por rotavírus / Review of a tetravalent vaccine (RRT-TV) for prevention of gastroenteritis caused by rotavirus

Oliveira, Consuelo Silva de; Linhares, Alexandre da Costa; Batista, Nildo Alves.
Rev. Pan-Amazônica Saúde (Online); 1(1): 173-179, 2010. tab, graf
Artigo em Português | Coleciona SUS (Brasil) | 2010 | ID: biblio-945876
Resumo: Os rotavírus são considerados a principal causa de gastrenterite grave em crianças abaixo de cinco anos, principalmente nos países em desenvolvimento. A vacinação nos primeiros meses de vida se constitui na medida mais efetiva em saúde pública para o controle e prevenção das infecções por tais agentes. Não obstante o recente licenciamento de duas vacinas para uso corrente em lactentes (Rotarix® e RotaTeq®), as pesquisas prosseguem com novas alternativas de prevenção e tratamento. Neste contexto, procedeu-se à reanálise da Rhesus-Human Reassortant Rotavirus Tetravalent Vaccine (RRV-TV), com ênfase à eficácia clínica frente aos parâmetros clínicos, aos sorotipos mais prevalentes na região, à ocorrência de eventos adversos graves (intussuscepção) e a proteção seletiva aos quadros de maior gravidade. Os dados clínicos e epidemiológicos foram obtidos das fichas clínicas de 91 episódios diarreicos em crianças no âmbito de uma investigação prévia conduzida em Belém, Pará. Foram considerados como indicadores de gravidade, os parâmetros clínicos e um sistema de escores, comumente aplicado aos estudos de eficácia da RRV-TV. Os resultados mais expressivos do estudo, como a significativa proteção (p 14 relacionados ao sorotipo G2, a eficácia de 75 por cento contra os episódios mais graves, são discutidos à luz do contexto atual dos conhecimentos sobre o tema.
Rotaviruses are considered the leading cause of severe gastroenteritis in children under five years of age, especially in developing countries. Vaccination in the first months is the most effective public health action for the control and prevention of infections by such agents. Despite the recent licensing of two vaccines for use in infants (Rotarix® and Rota Teq®), researchers continue to seek new alternatives for prevention and treatment. Herein, we provide a review of the Rhesus-Human Reassortant Rotavirus Tetravalent Vaccine (RRV-TV), with an emphasis on its clinical efficacy as regards clinical parameters, the most prevalent serotypes in the region, the occurrence of severe adverse events (e.g., intussusception), and selective protection in the most severe cases. The clinical and epidemiological data were obtained from medical records pertaining to 91 episodes of diarrhea among children in a previous investigation conducted in Belém, Pará State, Brazil. Clinical patterns and a scoring system commonly used in studies on the efficacy of RRV-TV were considered as indicators of severity. The most impressive results of this study, such as a significant protection (p 14 related to serotype G2, a 75 percent efficacy rate against severe episodes, and the non-occurrence of intussusception, are discussed in the context of current knowledge on this issue.
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: BR275.1