Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Pulpotomia na rede pública em municípios da região norte do Rio Grande do Sul / Pulpotomy in public health in northern region cities of Rio Grande do Sul

Royer, Danise; Piaia, Fátima Nair; Vanni, José Roberto; Hartmann, Mateus Silveira Martins; Fornari, Volmir João; Marcon, Flávia Baldissarelli.
Journal of Oral Investigations; 7(2): 46-57, jul.-dez. 2018. tab
Artigo em Português | BBO - odontologia (Brasil) | Dez 2018 | ID: biblio-915368
Resumo: Objetivo: Avaliar a decisão dos cirurgiões-dentistas frente à utilização da pulpotomia na rede pública em 16 municípios do Rio Grande do Sul, RS. Métodos: O estudo possui desenho transversal, quantitativo, com delineamento descritivo. A amostra não-probabilística, de conveniência, foi formada por 40 cirurgiões-dentistas. A coleta de dados se fez pelo envio de questionários aos profissionais da rede pública, com questões relacionadas à técnica de pulpotomia, e perguntas de relação social. Resultados: os resultados demonstraram que 92,5% (n=37) dos profissionais relataram não realizar tratamento endodôntico no serviço de atendimento público. Em relação à pulpotomia, 52,5% (n=21) realizam a técnica e quanto à técnica ser empregada no serviço público, 77,5% (n=31) relatam que deveria ser empregada. Mais da metade dos profissionais, 67,5% (n=27), responderam que consideram provisória a técnica de pulpotomia. No serviço público em que atuam 57,5% (n=23) não utilizam raio-x. Conclusões: Concluiu-se que um pouco mais da metade dos cirurgiões-dentistas pesquisados realizam a técnica de pulpotomia na rede pública, mesmo sem às vezes possuir as condições ideais para tal, como a ausência de raio-x. Utilizam como substância irrigadora o soro fisiológico e capeamento pulpar o hidróxido de cálcio e acreditando ser viável, porém com caráter provisório(AU)
The present work had the purpose of evaluating the decision of the dental surgeons regarding the use of Pulpotomy in the public health in 16 municipalities of Rio Grande do Sul State, RS, Brazil. The data collection was done by sending questionnaires to dental surgeons, making a sample of 40 professionals, being a study with a descriptive design, constituting a non- probabilistic sample, with questions related to Pulpotomy technique, and questions of relation social. The results showed that 92.5% (n = 37) of the professionals reported not performing endodontic treatment in the public service. Regarding pulpotomy, 52.5% (n = 21) performed the technique and the technique was employed in the public service, 77.5% (n = 31) reported that it should be used. 67.5% (n = 27) of the respondents answered that they consider the Pulpotomy technique to be provisional. In the public service in which they work 57.5% (n = 23) do not use x-ray. However, it was concluded that a little more than half of the surveyed dentists (57.5%) performed the pulpotomy technique in the public health, even without sometimes having the ideal conditions for such, such as the absence of x-ray. They use as irrigating substance saline and pulp capping calcium hydroxide and believing it to be viable, but with a provisional character(AU)
Biblioteca responsável: BR186.1
Localização: BR186.1