Your browser doesn't support javascript.

BVS APS

Atenção Primária à Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

As Declarações de Moscou e Brasília sobre a segurança no trânsito - um paralelo entre dois momentos no tema da saúde / The Moscow and Brasilia Declarations on road safety - a parallel between two moments in health

Pavarino Filho, Roberto Victor.
Ciênc. Saúde Colet; 21(12): 3649-3660, 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | 2016 | ID: biblio-828519
Resumo: Resumo Duas conferências globais multissetoriais de alto nível sobre segurança no trânsito (Moscou, 2009 e Brasília, 2015), realizadas sob os auspícios das Nações Unidas, encerraram seus trabalhos com a adoção de Declarações formais. Estes documentos firmam posicionamentos, propõem diretrizes, políticas e ordenamentos jurídicos voltados aos itens afetos à saúde. Relata-se o envolvimento da OMS com a segurança no trânsito, tendo em conta a forma como esta relação sinalizou a implicação do setor saúde com o tema, e apresentam-se as conferências e as respectivas declarações adotadas, comparando-se os temas de saúde. Conclui-se que Brasília reforça Moscou e que, além das contribuições tradicionalmente esperadas da saúde (dados, notificação, atenção pós-trauma), as implicações do setor se ampliaram quanto à promoção da saúde, particularmente no clamor à intersetorialidade, à equidade e aos aspectos afetos à sustentabilidade, influenciados pela Agenda 2030, das Nações Unidas.
Abstract Two high-level multisectoral global conferences on road traffic safety (Moscow, 2009 and Brasilia, 2015), held under the auspices of the United Nations, adopted formal declarations on both occasions. Given the potential of these documents to establish positions, propose guidelines, policies and legal frameworks, this paper compares these charters, in order to identify the emphases, expectations and horizons indicated at each moment, highlighting their health-related items. We describe the WHO's involvement with road safety, considering the ways this relationship signaled the health sector's connection with the theme. We present both conferences and their respective declarations, comparing health issues addressed. We conclude that Brasilia reinforces Moscow and, in addition to contributions expected from the health sector (data, notification, post-trauma care), the implications of the sector have increased, particularly with regard to health promotion, the call for intersectoral collaboration, equity and sustainability aspects, influenced by the United Nations 2030 Agenda.
Biblioteca responsável: BR1.1